Fique bem informado com o JCN:

Geral

Aproveite o verão: Compre seu passaporte e tenha Entrada Livre no Tchê Parque durante todo o verão

Publicado

em

Foto: Tchê Parque/Reprodução

No dia 15 de novembro, foi aberta oficialmente a temporada de verão no parque aquático Tchê Parque. O parque está localizado no quilômetro 116 da BR-392 e tem acesso pela Estrada da Pedreira, na Vila Nova.

O funcionamento é diário, das 9h às 20h, e a temporada se estende até março. Entre os destaques do parque, estão uma piscina grande infantil com playground, ala molhada com balde maluco, ala com chuveirinhos e melhorias gerais no calçamento e nas churrasqueiras.

O ingresso para passar o dia sai por R$ 20,00 para adultos e R$ 15,00 para crianças de 4 a 11 anos e para pessoas com 60 anos ou mais. Para excursões escolares, de segunda a sábado, o custo por pessoa é  de R$ 13,00, para todos a partir de 4 anos. Nestes casos, 1 professor e 1 motorista não pagam entrada.

Para quem prefere acampar, a cabana pode ser locada por um preço de R$ 230,00 a diária,  equipada para 4 pessoas. Se vierem mais que 4 pessoas há um custo adicional de R$ 20,00 por pessoa. Além disso, será necessário levar colchão. Com o aluguel da cabana, já fica incluída a entrada no parque.

Há ainda uma outra opção para aqueles que preferem ir todos os dias. O passaporte, que garante acesso livre ao parque aquático durante toda a temporada pode ser comprado a um custo de R$ 160,00 para adultos; R$ 120,00 para crianças de 4 a 11 anos e R$ 120,00 para pessoas com 60 anos ou mais

Mais informações podem ser obtidas através do telefone (53) 3252-1866, da página do Tchê Parque no Facebook ou ainda pelo site www.tcheparque.com.br.

Continue Lendo
Publicidade

Geral

Cooperativa Sicredi destina R$ 32,5 mil para ajudar na execução de 11 Projetos em Canguçu

Publicado

em

Com o objetivo de contribuir para o desenvolvimento social das comunidades, bem como promover os valores de cooperação e cidadania e apoiar projetos sociais a Cooperativa aprovou, nas últimas assembleias, o Fundo Social. O fundo é formado por 1,5% das sobras da Cooperativa, o que equivale, nesse ano, a R$ 312 mil.

As agências dos 12 municípios da área de ação da Sicredi Zona Sul receberam a inscrição de projetos e em reunião local com os coordenadores de núcleo, gerentes de agência e diretores foram definidos os projetos apoiados com o Fundo social para esse exercício: 101 projetos serão atendidos, 53 na sua totalidade.

Em Canguçu, foram beneficiadas as seguintes entidades: Centro Promocional Madre Madalena, E.M.E.F. Irmã Maria Firmina Simon, E.M.E.F. Victor Marques Porto, Conselho Escolar da E.M.E.F. Santo Ângelo, AMCAR- Associação dos Moradores da Coxilha dos Campos, E.M.E.F. Santa Maria, E.M.E.F. José Luiz da Silva, E.M.E.F. São Luiz Gonzaga, Arautos da Colina, Associação tradicional de taekwondo e artes marciais e Conselho Comunitário Pró-segurança Pública.

Clique aqui e confira a lista completa com todos os programas aprovados

Os projetos também foram apreciados pelo Conselho de Administração da Cooperativa e, a partir de agora, cada agência mobiliza-se para disponibilizar a verba e dar andamento na sua aplicação e acompanhamento da implantação junto às entidades proponentes.

SOBRE O FUNDO SOCIAL

O Fundo Social visa apoiar projetos de cunho educacional, cultural, esportivo e ambiental, bem como de assistência social. As entidades beneficiadas devem ser legalmente constituídas, possuir CNPJ e contrato ou estatuto social.

As inscrições podem ser feitas anualmente, durante o período de inscrições e os interessados devem preencher o formulário e entregar a proposta nas agências do Sicredi da área de ação da Cooperativa Sicredi Zona Sul RS.

Mais informações sobre o Fundo Social entre em contato com a Assessoria de Comunicação da Cooperativa pelo fone: (53) 3284.8600 ou através do e-mail:suregzonasulrs_comunicacao@sicredi.com.br 

com informações da assessoria de imprensa

Continue Lendo

Destaques da Semana

Copyright © 2019 — Jornal Canguçu Notícia LTDA