Fique bem informado com o JCN:

Economia

Bancos fecham durante o carnaval e reabrirão só às 12h de quarta-feira

Publicado

em

jogos do Brasil na Copa

Foto: Jornal Canguçu Notícia

Na segunda-feira (4) e na terça-feira (5) as agências bancárias estarão fechadas para atendimento ao público, segundo determina a Federação Brasileira de Bancos (Febraban). Já na Quarta-feira de Cinzas (6), os bancos abrem a partir do meio-dia.

Quem tiver contas para pagar, poderá utilizar os canais eletrônicos e correspondentes. Os tributos que possuem código de barras podem ter o seu pagamento agendado nos caixas eletrônicos, no internet banking e pelo atendimento telefônico dos bancos.

Já os boletos bancários de clientes cadastrados como sacados eletrônicos poderão ser pagos também via DDA (Débito Direto Autorizado). Segundo a Frebrabran, as contas e carnês com vencimento em 4 ou 5 de março poderão ser pagas, sem acréscimo, na quarta-feira (6).

Normalmente, os tributos já vêm com datas ajustadas ao calendário de feriados. Caso isso não ocorra, a sugestão da federação é antecipar o pagamento. Para quem vai viajar e precisa sacar dinheiro em outra cidade, é possível consultar o endereço dos bancos no site Busca Banco, da Febraban.

Economia

Substituição tributária do ICMS é tema de reunião na ACICAN

Publicado

em

Foto: Reprodução

Em março, entrou em vigor no Rio Grande do Sul, a nova sistemática relacionada à apuração da complementação ou da restituição do débito referente à substituição tributária do ICMS.

Na segunda-feira (20), o assunto foi tema de uma reunião entre o deputado Pedro Pereira (PSDB) e o presidente da Associação do Comércio, Indústria e Serviços de Canguçu (ACICAN), Rodrigo de Almeida Ferreira, juntamente com empresários.

De acordo com o parlamentar tucano, a complementação e a restituição do ICMS/ST foram regulamentadas pelo Decreto nº 54.308, em novembro do ano passado pelo ex-governador do Estado, José Ivo Sartori (MDB).

“Entidades empresariais estão questionando a medida adotada pelo Estado e que reflete no preço repassado aos consumidores. Um exemplo, é o valor do combustível que no interior já passa de R$ 5,00. Farei um encaminhamento ao governador Eduardo Leite para rever este decreto” explicou.

Entenda o caso: De acordo com a Secretária da Fazenda, nessa sistemática de preço estimado, alguns contribuintes pagam mais e outros menos tributos. Ou seja, os valores passam a ser apurados e restituídos ao contribuinte, ou por ele complementados, quando for o caso.

com informações do assessor Rafael Ribeiro

Continue Lendo

Destaques da Semana

Copyright © 2019 — Jornal Canguçu Notícia LTDA