Fique bem informado com o JCN:

Educação

Câmara abre inscrições para o Concurso Mini Vereadores

Publicado

em

Câmara Municipal de Vereadores de Canguçu. Foto: Canguçu Notícia

A Câmara Municipal de Vereadores de Canguçu anunciou na semana passada o processo de abertura do processo de inscrições para o Concurso Mini Vereadores. Os interessados em concorrer deverão estar cursando o 4º ou 5º ano do ensino fundamental, equivalente a 3ª ou 4ª série atualmente.

Cada escola tem direito a inscrever dois candidatos, com idade máxima de 11 anos. 

O período de inscrições abre no dia 10 de maio e se encerra no dia 22. As inscrições devem ser feitas diretamente no prédio da Câmara, na Rua General Osório, 979. Deve ser apresentado, no momento da inscrição do candidato, o comprovante da escola com declaração da série que está cursando,  a filiação e a data de nascimento.

A avaliação dos candidatos será oral com perguntas relativas às atribuições legislativas e fiscalizadoras do Poder Legislativo. Serão feitas perguntas sobre a história e geografia do Município e sobre conhecimentos gerais. Será feita também uma avaliação levando em consideração o desembaraço e a capacidade de posicionamento e expressão oral dos candidatos.

A escolha será feita no dia 29 de maio, às 9h00, e a sessão solene de posse acontecerá no dia 21 de junho, às 14h na Sala das Sessões da Câmara. No dia 18 de junho, às 10h, os selecionados farão um ensaio na Câmara.

Dúvidas ou esclarecimentos poderão ser solicitadas através do telefone: 53 3252-1528 com os servidores: Nilso ou Maribel, de segunda à sexta-feira das 9h às 11h.


Dias e Horários disponíveis para inscrição:

Quinta-Feira: 8h30 às 11h30 e 13h às 16h;
Segunda, Terça, Quarta e Sexta-feira: das 8h às 13h
Conteúdo a ser estudado pelos candidatos:
1. História Câmara de Vereadores
2. Funções do Vereador
3. Plataforma de Atuação
4. Conhecimentos Gerais sobre o Município

Educação

Projeto incentiva a leitura e a escrita no Presídio Estadual de Canguçu

Publicado

em

Foto: Arquivo Pessoal/Reprodução

O hábito da leitura não está entre os mais populares em nosso país. Algumas pesquisas apontam que cada brasileiro lê menos de cinco livros por ano.

Essa média começa a mudar radicalmente em um lugar onde a maior parte das pessoas não prevê: dentro dos presídios. Nas palavras, os presidiários encontram alternativas para viver o mundo cercado por muros.

No Presídio Estadual de Canguçu, um projeto intitulado Remissão pela Leitura, coordenado pela psicóloga Júlia Fugita e pela professora Laura Storch Coutinho, aproximará os apenados das páginas dos livros.

O projeto voluntário teve início nas últimas semanas, utilizando as novas dependências do Presidio, chamado de sala multiuso. Nesta primeira fase, 11 apenados aceitaram o convite para participarem do projeto.

O primeiro dia foi muito gratificante, pois estou em sala de aula com alunos fazendo leitura. — explica a professora Laura Storch.

Segundo ela, o projeto tem uma duração de 12 meses. A cada mês, os participantes deverão entregar uma redação sobre o livro lido.

Laura explica que os livros são separados conforme a escolaridade, uma vez que o presídio comporta pessoas com diferentes níveis de instrução. “Tenho separado livros que sejam positivos para eles”, explica a professora apontando Augusto Cury como um dos autores escolhidos.

Orgulhosa dos alunos, a professora conta que realiza o trabalho com muito amor e que está habituada ao local.

Eu já trabalhei em 2013 com o Brasil Alfabetizado no presídio. São 17 anos em regência de classe, só estou em um lugar diferente da escola! O que me motiva é o amor ao próximo. Se não sei servir, para que sirvo? — completa Laura.

Continue Lendo
Publicidade
”GaudinosBurgers”/
”GSSinuelo”/
Publicidade
”Whatsapp”/

Destaques da Semana

Copyright © 2019 — Jornal Canguçu Notícia LTDA