Fique bem informado com o JCN:

Trânsito

CNH digital já pode ser usada em Canguçu

Publicado

em

CNH digital já pode ser usada em Canguçu

A CNH-e é acessível offline, sem necessidade de conexão wi-fi ou dados móveis habilitados. 

     O Detran-RS já está oferecendo a versão digital da Carteira Nacional de Habilitação (CNH-e) para todo o estado. Para usar a CNH pelo smartphone, é preciso baixar o aplicativo gratuito CNH Digital por meio da loja de aplicativos do seu smartphone Google Play Store ou pela App Store.

     Para aderir ao serviço, é preciso ter a versão da CNH impressa emitida a partir de 2 de maio de 2017, que conta com um QR Code (código escaneável) na parte interna.  Os que têm a versão anterior da Carteira de Motorista, precisarão solicitar uma segunda vida da CNH, pagando R$ 51,84 (tabela 2017 de valores do Detran-RS).

     A versão impressa continuará sendo emitida normalmente, e a versão digital não será obrigatória em um primeiro momento. O condutor poderá dirigir apenas com a CNH Digital. Para isso, deverá ficar atendo para o funcionamento de seu smartphone, uma vez que, durante uma fiscalização, se o aparelho estiver descarregado, será considerado que a CNH não está sendo portada.

     Neste caso, o condutor será autuado com base no artigo 232 (conduzir veículo sem os documentos de porte obrigatório), uma infração leve que prevê multa de R$ 88,38, três pontos na CNH e retenção do veículo até a apresentação do documento.

     O Detran RS preparou um fluxograma explicando como solicitar sua CNH-e:

Fluxograma explicando o procedimento de solicitação da CNH Digital.

Fluxograma explicando o procedimento de solicitação da CNH Digital. – Crédito: Detran-RS

 

 

 

 

Trânsito

5 dicas para viajar em segurança neste feriado

Publicado

em

Foto: Nauro Júnior/Satolep Press

feriado que celebra a Revolução Farroupilha tem operação especial nas estradas administradas pela Ecosul. Entre quinta-feira (19) e domingo (22) a concessionária conta com 141 profissionais e 25 viaturas à disposição dos usuários na Operação Farroupilha.

A estimativa é de que 118 mil veículos trafeguem pelo Polo Rodoviário Pelotas, incluindo a BR 116 e BR 392. Além da primeira capital farroupilha, Piratini, a concessionária atua em mais 13 cidades: Arroio Grande, Camaquã, Canguçu, Capão do Leão, Cristal, Jaguarão, Morro Redondo, Pedro Osório, Pelotas, Rio Grande, Santana da Boa Vista, São Lourenço do Sul e Turuçu.

Os motoristas que precisarem de suporte contam com o Centro de Controle Operacional (CCO) atendendo 24 horas através do telefone 0800 724 1066. No ano passado, durante o feriadão, foram recebidas 925 chamadas durante os cinco dias de operação. Segundo o gerente de atendimento ao usuário da Ecosul, Raul Boff, os dados positivos apontam que não houve registro de acidentes com óbitos.

“A expectativa é que tenhamos um feriadão de conscientização, justamente na data que celebramos a Semana Nacional do Trânsito e reforçamos a importância dos bons hábitos ao volante”, destaca Raul.

As equipes da concessionária estão 24 horas prontas para o atendimento. “Além dos acionamentos por telefone e da ação das equipes de inspeção de tráfego, a equipe do CCO monitora vários trechos das rodovias através das câmeras dome, que permitem grande aproximação por zoom e diferentes ângulos”, complementa Raul.

Outro trabalho gratuito oferecido aos viajantes é a estrutura do Serviço de Atendimento ao Usuário (SAU), que funcionam das 6h30min às 20h30min e contam com estacionamento próprio, banheiros, fraldário, café, informações turísticas e espaço para recuperar as energias e seguir viagem com tranquilidade.

As cinco bases operacionais estão localizadas nos municípios de Cristal, Pelotas, Arroio Grande, Rio Grande e Canguçu.

Recomendações para ter uma viagem segura:

  • Use o cinto de segurança, inclusive no banco traseiro;
  • Utilize o farol mesmo durante o dia;
  • Respeite o limite de velocidade;
  • Não trafegue no acostamento;
  • Realize revisão dos itens básicos do veículo.

com informações da Ecosul

Continue Lendo

Destaques da Semana

Copyright © 2019 — Jornal Canguçu Notícia LTDA