Fique bem informado com o JCN:

Educação

Expansão da Creche Santa Clara de Assis pode permitir atendimento para mais 60 crianças

Publicado

em

A previsão de inauguração do novo espaço é para a próxima segunda-feira (25) já no início das aulas.

Nesta terça-feira (19), a Prefeitura de Canguçu anunciou uma ação que ampliará o atendimento do ensino inicial  na Creche Santa Clara de Assis.

Foto: Facebook/Reprodução

O aumento se dará a partir do aluguel de um prédio sem uso das Damas de Caridade, ao lado da escola. Segundo a Prefeitura, com a nova estrutura, serão abertas pelo menos 60 novas vagas. O novo espaço irá acomodar as turmas do Maternal 2, Pré A (4 anos) e Pré B (5 anos), além de uma sala de brinquedoteca e uma sala de vídeo.

Em nota, a Prefeitura destacou que a ampliação irá possibilitar chamar as crianças que estão aguardando na lista de espera do site do Executivo. 

Nos últimos dias, a equipe da creche tem realizado uma força-tarefa para preparar o espaço para o uso. A escola já comunicou nas redes sociais que na sexta-feira (22), não haverá atendimento na escola para direcionar uma atenção maior a limpeza do local.

Foto: Facebook/Reprodução

No sábado (23), os motociclistas do Grupo Barro nos Óio farão um mutirão de revitalização, ajudando na pintura dos brinquedos. Segundo a diretora da creche, Meiriane Morales, o educandário tem recebido também a ajuda de muitos pais na limpeza e organização do novo espaço.

VAGAS ABERTAS

Nos últimos dias, a creche anunciou a abertura de novas vagas para as turmas de Pré A (4 anos) e Pré B (5 anos). As aulas acontecem no turno da tarde.

Para fazer a matrícula nas turmas de Pré Escola, o responsável deve levar uma foto 3×4, cópia da certidão de nascimento, do CPF, cartão do SUS, comprovante de residência, cartão de vacinas atualizado, carteira de identidade e, se tiver cadastro, o número de identificação social (NIS).

com informações da Assessoria de Imprensa

Educação

Canguçu participa da Mobilização Nacional pela Educação

Publicado

em

O ato durou mais de uma hora e contou com mateada da Erva Mate Valério. | Foto: Augusto Pinz/Reprodução

Centenas de canguçuenses se reuniram em frente ao prédio da Prefeitura de Canguçu na tarde desta quarta-feira (15) em um ato pela Educação que mobilizou todo o país.

O ato foi organizado pelo Sindicato dos Municipários de Canguçu (SIMCA), pelo CEPERGS, e pelo Sindicato dos Trabalhadores Rurais, e teve o apoio da Prefeitura Municipal, que reduziu o horário de expediente para que os municipários pudessem participar.

Na terça-feira (14), o chefe do Executivo Vinicius Pegoraro (MDB) assinou um decreto permitindo que os servidores municipais pudessem participar da mobilização. Os setores de serviços essenciais: Pronto Atendimento Municipal, Posto de Saúde Central, SAMU e Setor de Transporte de Pacientes ficaram de fora do decreto.

Na mobilização, canguçuenses carregaram cartazes com críticas aos investimentos na educação, a reforma da previdência, e aos gastos com o Legislativo e a disponibilidade de investimentos nos serviços básicos.

A mobilização nacional foi orquestrada em parceria pela Confederação Nacional dos Trabalhadores da Educação (CNTE) e pela Confederação Nacional dos Trabalhadores em Estabelecimentos de Ensino (Contee).Nesta quarta-feira, o ministro da Educação, Abraham Weintraub deve prestar esclarecimentos na Câmara dos Deputados sobre os cortes no Ensino Superior.

Continue Lendo

Destaques da Semana

Copyright © 2019 — Jornal Canguçu Notícia LTDA