Fique bem informado com o JCN:

Geral

Homem usava documentos falsos para retirar veículos de depósitos do Detran

Publicado

em

Foto: Polícia Civil/Reprodução

Um homem, suspeito de praticar a retirada fraudulenta de veículos de depósitos do Detran do Rio Grande do Sul, foi preso nesta terça-feira pela Polícia Civil. De acordo com a investigação, duas pessoas estavam envolvidas no esquema, mas uma delas está foragida.

A dupla usava documentos falsos e criava autos de restituição com assinaturas falsificadas de delegados de Polícia.

A Polícia Civil informou que os criminosos seriam responsáveis pela tentativa e retirada efetiva de vários veículos em quatro cidades: Porto Alegre, Canoas, Canguçu e Passo Fundo.

Os homens chegaram a efetuar a retirada ilegal de três veículos que haviam sido sequestrados em uma operação de combate à lavagem de dinheiro, realizada ainda em 2017.

Informações: Jornal Correio do Povo

Geral

30 animais são apreendidos no 5º Distrito de Canguçu

Publicado

em

Foto: Valesca Luz / Acústica FM Camaquã

Por meio de denúncia, a Delegacia de Polícia Especializada na Repressão aos Crimes Rurais e Abigeato (DECRAB) de Camaquã apreendeu, na tarde de sexta-feira (18), 30 animais sem procedência em uma propriedade rural. A ação dos policiais aconteceu no 5º Distrito de Canguçu.

Foram constatadas que 12 bovinos adultos estavam no local, sendo eles gados de origem mestiça. Nesta ação os agentes obtiveram informações a respeito da pessoa que colocou o gado na propriedade, os agentes foram até a residência da pessoa indicada da ação, onde ele foi identificado e intimado a comparecer na DECRAB Camaquã para esclarecer os fatos.

Na propriedade do suspeito, foram constatados que existiam mais cinco equinos, dois bovinos adultos e 11 terneiros, sendo todos os 30 animais apreendidos para averiguação de procedência, pois o suspeito não tem cadastro de todos os animais junto a Inspetoria Veterinária Estadual.

Informações: Valesca Luz / Acústica FM Camaquã

Continue Lendo

Destaques da Semana

Copyright © 2019 — Jornal Canguçu Notícia LTDA