Fique bem informado com o JCN:

Política

Movimento contra o reajuste do IPTU entrará com novo Projeto de Emenda na Câmara

Publicado

em

A petição precisa de mais de 2 mil assinaturas para entrar na Câmara.
Foto: Jornal Canguçu Notícia/Reprodução

Nesta quinta-feira (7), foi anunciado mais um Projeto de Iniciativa de Emenda Popular para tentar alterar o reajuste do Imposto Predial Territorial Urbano (IPTU) aprovado pelo Legislativo em agosto do ano passado.

Em um grupo no aplicativo de mensagens Whatsapp, as pessoas que se sentiram prejudicadas pelo novo cálculo se mobilizaram para uma nova tentativa na Câmara. O grupo discute ações e mobiliza os usuários para recolher as 2 mil assinaturas necessárias.

O documento propõe a alteração das alíquotas do IPTU da Zona Fiscal 1 (centro) para 0,3%, Zona Fiscal 2 (arredores do centro) para 0,2% e Zona Fiscal 3 (bairros) para 0,1%. Para os terrenos é proposto que, independente da zona fiscal, seja aplicado 0,5% para o cálculo. 

Atualmente a alíquota é de 0,7% para a zona 1, 0,5% para a zona 2 e 0,3% para a zona 3. A nova proposta prevê também que todos os benefícios de descontos sejam estendidos até dia 28 de junho de 2019, com todos os seus benefícios.

No dia 28 de janeiro, um Projeto de Lei de Iniciativa Popular organizado pela Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) para barrar o reajuste foi reprovado na Câmara. A petição teve mais de 5 mil assinaturas.
LOCAIS DE ASSINATURA
O documento pode ser encontrado em pontos de coleta, como a loja Baterias Pereira, o Escritório GP, o Sindicato dos Municiparios de Canguçu (SIMCA) e a Câmara de Vereadores.

Além disso, é possível baixar o documento e imprimir clicando aqui. É necessário informar o nome completo e o título de eleitor para assinar a petição.

Política

Mais de 15 mil canguçuenses ainda não fizeram o cadastramento biométrico

Publicado

em

Foto: Facebook/Reprodução

O Cartório Eleitoral de Canguçu está realizando o cadastro biométrico para os eleitores que ainda não estão com o seu título atualizado.

A revisão é obrigatória e será realizada até março do ano que vem. Os eleitores que não comparecerem dentro deste prazo terão os seus títulos cancelados e não poderão votar no pleito eleitoral municipal.

Segundo os números do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ao total, Canguçu possui 44.102 eleitores e cerca de 15 mil ainda não efetivaram a coleta biométrica.  O percentual que gira em torno de 63% ainda é abaixo do esperado.

A coleta é realizada de forma simples e rápida. É necessário que o eleitor leve o comprovante de residência atualizado (validade de até 3 meses), documento de identidade e o certificado de alistamento militar, para homens com mais de 18 anos.

O horário de funcionamento do Cartório Eleitoral é das 10 às 17 horas, sem fechar ao meio dia. Para evitar filas, é possível agendar um horário através do site do Tribunal Regional Eleitoral (TRE), clicando aqui.

Continue Lendo

Destaques da Semana

Copyright © 2019 — Jornal Canguçu Notícia LTDA