Fique bem informado com o JCN:

Geral

Petrobras reduz 3% do preço da gasolina

Publicado

em

Rádio Vitória AM/Reprodução

A Petrobras anunciou nesta segunda (10) redução de 3% no preço da gasolina em suas refinarias. É o terceiro corte desde o dia 24 de maio, acompanhando a redução das cotações internacionais do combustível.

De acordo com a estatal, o litro da gasolina será reduzido em R$ 0,0549 a partir desta terça (11). Assim, o preço médio praticado pelas refinarias da empresa cairá de R$ 1,8144 para R$ 1,7595 por litro.

É o menor valor desde o dia 12 de março. Após três cortes consecutivos, o preço da gasolina vendida pela Petrobras acumula queda de 14%.

No dia 31 de maio, a estatal reduziu o preço da gasolina em 7,1%, fato que gerou comemoração do presidente Jair Bolsonaro no Twitter. Antes, no dia 24, a queda havia sido de 4,4%.

O repasse às bombas depende de políticas comerciais de distribuidoras e postos de combustíveis. A gasolina vendida pela Petrobras corresponde a 31% do preço final do produto.

O ciclo de queda acompanha as variações do mercado internacional de petróleo. Desde a o fim de maio, quando o último corte foi anunciado, o preço da gasolina no Golfo do México caiu 4,5%, de acordo com a agência americana de informações em energia.

A política de preços dos combustíveis da Petrobras considera as variações das cotações internacionais e da taxa de câmbio. Acrescenta ainda os custos para trazer os produtos ao mercado brasileiro.

Para a gasolina, a política estabelece prazos máximos de 15 dias para reajustes. No caso do diesel, os reajustes não podem ocorrer em prazos inferiores a 15 dias, medida adotada em meio a crescentes insatisfações dos caminhoneiros.

O último ajuste no preço do diesel foi anunciado também no dia 31 de maio, quando o valor praticado pelas refinarias da Petrobras foi reduzido em 6%.

Desde março, a Petrobras pratica prazos mínimos de 15 dias para reajustes no preço do diesel. Já a política de preços da gasolina prevê prazos máximos de 15 dias para alterações.

Informações: Jornal GaúchaZH

Continue Lendo
Publicidade

Geral

ERS 265 está entre as rodovias do Estado que mais precisam de reparos

Publicado

em

Foto: Gustavo Mansur / Palácio Piratini

Na tarde desta quarta-feira (14), uma comitiva de políticos cobrou melhorias nas rodovias da Região Sul.

A reivindicação ocorreu em uma audiência com o governador do Estado, Eduardo Leite, juntamente com o secretários de Logística e Transportes, Juvir Costella e o do Meio Ambiente e Infraestrutura, Artur Lemos. O encontro reuniu prefeitos, prefeitas, e demais autoridades da Azonasul.

O parlamentar Pedro Pereira reivindicou que obras emergenciais sejam realizadas nas rodovias da região.

“É urgente que se faça o patrolamento e cascalhamento na ERS-265, entre Canguçu a Piratini, e também realizar nesta mesma rodovia, uma operação tapa-buraco e a recapagem, entre Canguçu e São Lourenço do Sul. Nós temos municípios isolados, rodovias intrafegáveis, sem acesso asfáltico. Casos da RS-354, de Cristal a Amaral Ferrador, da RS-608, de Pinheiro Machado a Pedras Altas, e da RS-706, de Cerrito até a BR-293, onde falta concluir um trecho de 3 quilômetros”, reivindicou.

Pedro Pereira disse ainda, que é preciso que as obras da Ponte do Costa sejam finalizadas. “Não podemos mais esperar, estas obras tem que ser feitas imediatamente, a população não pode mais esperar. As péssimas condições nas estradas provocam acidentes, deixam feridos e muitos perdem a vida”, afirmou Pereira.

com informações da assessoria de imprensa

Continue Lendo
Publicidade
”GaudinosBurgers”/
”GSSinuelo”/
Publicidade
”Whatsapp”/

Destaques da Semana

Copyright © 2019 — Jornal Canguçu Notícia LTDA