Fique bem informado com o JCN:

Trânsito

Placas de Trânsito com mensagens contra o machismo poderão ser substituídas

Publicado

em

Até o momento, foram contabilizadas cerca de 5 placas com as mensagens de protesto. | Foto: Jornal Canguçu Notícia

Em protesto ao machismo, um grupo anônimo de mulheres utilizou a sinalização do trânsito para passar sua mensagem. Com intervenções em placas de trânsito de Canguçu, símbolos de “PARE” antecederam mensagens, virando “PARE o machismo” e “PARE o patriarcado”.

Duas das placas que receberam a intervenção ficam no cruzamento da Rua General Osório com a Rua Teófilo de Matos, e no cruzamento da Rua Júlio de Castilhos com a Rua Conselheiro Brusque. Intervenções do mesmo tipo já foram flagradas em cidades maiores, como Pelotas e Porto Alegre.

Em uma conversa rápida da redação do Jornal Canguçu Notícia com pedestres, a ação foi vista como criativa e não pareceu incomodar a comunidade. A iniciativa no entanto, foi percebida por mais motoristas do que pedestres.

Apesar de estarem nas placas há pelo menos 2 meses, as mensagens não devem mais ser vistas nas ruas de Canguçu. Em entrevista, o secretário de Obras, Trânsito e Serviços Urbanos Mauro Silveira explicou que a ação se classifica como uma infração.

“É um caso de vandalismo. A gente não tem como impedir, estamos tentando identificar os vândalos pelas câmeras de segurança. […] Todo mundo é livre para se manifestar, mas depredar órgão e patrimônio público nem sempre é a melhor forma, por que quem acaba pagando é a comunidade.” — explicou o secretário.

Apesar de criativa, a ideia acaba sendo ilegal, de acordo com o artigo 81 do Código de Trânsito Brasileiro que proíbe modificações e inscrições que possam gerar confusão, interferir na visibilidade da sinalização e comprometer a segurança do trânsito. Segundo  o secretário, as placas deverão ser substituídas.

“Nós vamos corrigir em breve. Vamos identificar todas as placas que foram modificadas e substituir as que forem necessárias.”

PARA ENTENDER MELHOR

O que é Patriarcado? É um sistema social em que homens adultos mantêm o poder primário e predominam em funções de liderança política, autoridade moral, privilégio social e controle das propriedades. No domínio da família, o pai mantém a autoridade sobre as mulheres e as crianças.

O que é Machismo? Denomina-se como machismo a atitude ou comportamento que uma pessoa implanta e por onde prevalece a discriminação e a desvalorização do universo feminino, como resultado de considerar as mulheres inferiores aos homens.

Continue Lendo
Publicidade

Trânsito

Governo do Estado anuncia R$ 1,8 milhões para a ERS 265

Publicado

em

O governador Eduardo Leite lançou, nesta segunda-feira (17/6), um pacote de investimentos em estradas, com recursos disponibilizados pelo Estado e pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).

Serão R$ 301,4 milhões aplicados em 2019 para qualificar o sistema rodoviário estadual. Após análise por técnicos do Departamento Autônomo de Estradas de Rodagem (Daer), foram priorizados trechos em piores condições, demandas judiciais, pagamento de dívidas do exercício anterior e a continuidade de obras mais próximas da conclusão.

A 7ª Superintendência Regional – Pelotas receberá investimento de R$ 9,2 milhões. Deste montante, R$ 1,8 milhão será para a ERS-265, que liga os municípios de Canguçu e São Lourenço do Sul.

Após análise por técnicos do Departamento Autônomo de Estradas de Rodagem (Daer), foram priorizados trechos em piores condições, demandas judiciais, pagamento de dívidas do exercício anterior e a continuidade de obras mais próximas da conclusão.

Segundo o deputado estadual Zé Nunes (PT), a priorização pela RS 265 é uma grande conquista da comunidade, que há muito luta por melhores condições de trafegabilidade.

“Nosso mandato tem atuado há mais de ano nesta pauta, cobrando das instâncias, recursos para a manutenção da rodovia, inclusive esteve recentemente com o secretário de Estado de Logística e Transportes, Juvir Costella, tratando do tema”, lembrou.

A ERS-265 é uma rodovia de ligação regional, e com ela é possível o escoamento da produção e circulação da região sul, principalmente para as comunidades de São Lourenço do Sul e Canguçu.

com informações da assessoria de imprensa

Continue Lendo

Destaques da Semana

Copyright © 2019 — Jornal Canguçu Notícia LTDA