Fique bem informado com o JCN:

Segurança

Polícia Civil de Canguçu recebe nova viatura

Publicado

em

Foto: Facebook/Reprodução

A Polícia Civil de Canguçu receberá um nova viatura. Na manhã desta segunda-feira (8) o prefeito Vinicius Pegoraro realizou a entrega simbólica para a Policial Civil Édila, representante da Delegacia de Polícia do Município. 

Em Canguçu, o veículo foi indicado pelo Deputado Federal Afonso Hamm. O veículo está em processo de entrega pela montadora ao Estado para posterior repasse à corporação.

INVESTIMENTO DE 74 MILHÕES

Ao todo, a Secretaria da Segurança Pública entregou aos municípios gaúchos 112 viaturas, que foram licitadas em novembro do ano passado, chegando a um investimento de R$ 74,4 milhões, sendo a maior parte de emenda parlamentar da bancada gaúcha federal.

O investimento em veículos da Polícia Civil e coletes da Brigada Militar foi de cerca de R$ 12 milhões, comprados com repasses da emenda parlamentar, somados a quantia de contrapartida estadual. O repasse da emenda da bancada gaúcha, de cerca de R$ 65,8 milhões, prevê, ainda, a compra de 226 SUVs e de 46 picapes para a Brigada Militar.

com informações da Assessoria de Imprensa

Segurança

Projeto quer possibilitar aplicação de recursos municipais em Segurança Pública

Publicado

em

Foto: Jornal Canguçu Notícia

Está tramitando na Câmara um projeto de lei que busca possibilitar a aplicação de recursos municipais em órgãos da segurança pública, geridos pelo Estado e pela União, como Brigada Militar, Polícia Civil e Bombeiros.

O projeto apresentado pelo vereador Rodinha, da bancada do PT, propõe um convênio de parceria entre a Prefeitura e o Conselho Comunitário Pró Segurança Pública de Canguçu – RS (CONSEPRO), visando o repasse de recursos financeiros, contribuindo com a ampliação e eficiência dos Órgãos de Segurança Pública no Município, como a Polícia Civil.

— Frequentemente se houve dizer que “Segurança é responsabilidade do Estado”, mas na prática percebe-se que não é bem assim, principalmente em razão da difícil situação financeira vivida pelo Estado, que destina recursos inferiores a necessidade dos órgãos. Não podemos ficar inertes, enquanto ente Público, quando há a necessidade de colaboração para que se obtenha um sistema de segurança pública mais eficaz. — explica Rodinha.

O documento regra ainda que, se firmado o convênio, os valores repassados ao CONSEPRO deverão ser utilizados somente pelos órgãos de Segurança Pública do Município, de acordo com a justificativa e o plano de trabalho. Para receber os recursos, o Conselho deverá adequar-se às regras estabelecidas pela Lei Federal nº 13.019/14 (Lei do Marco Regulatório) quanto aos procedimentos e prestação de contas.

— O benefício social do projeto é evidente, pois auxiliará a fortalecer a segurança do nosso Município, além de incentivar a permanência e a vinda de novos policiais de ambas as corporações. Nosso Município conta com poucos policiais para efetuar o patrulhamento e a segurança do nossa extensa área rural, tornando-se necessário ao Poder Público tomar medidas para que novos policiais venham prestar seus valorosos serviços aqui. — argumenta o vereador.

O projeto de lei está sendo estudado pela Comissão de Justiça, Cidadania e Direitos Humanos e deverá ser levado ao Plenário nas próximas semanas. 

Informações: Assessoria de Imprensa da Câmara de Vereadores

Continue Lendo
Publicidade
”GaudinosBurgers”/
”GSSinuelo”/
Publicidade
”Whatsapp”/

Destaques da Semana

Copyright © 2019 — Jornal Canguçu Notícia LTDA