Fique bem informado com o JCN:

Geral

Restaurante Panorâmico do Mirante pode sair do papel ainda neste ano

Publicado

em

Foto: Jornal Canguçu Notícia

Há pelo menos 7 anos especula-se a instalação de um restaurante panorâmico no Parque Turístico Mirante Nossa Senhora da Conceição. Em 2012, o projeto do restaurante ficou em 4° lugar no processo de Participação Popular da secretária de Turismo do Estado.

Nesta semana, o coordenador da indústria, comércio e turismo e presidente do Conselho Municipal de Turismo Michel Reiznault adiantou em primeira mão ao Jornal Canguçu Notícia que o projeto pode sair do papel ainda em 2019.

Diferente do que foi proposto em 2012, quando a ideia foi levantada, em vez da captação de recursos estaduais e o incremento de recursos dos cofres municipais, a atual administração optou por realizar uma concessão administrativa de exploração de espaço.

A obra fica como propriedade do Município, mas não há um custo para a construção. Neste modelo, as empresas entram com um projeto de restaurante panorâmico junto a Prefeitura Municipal.

O vencedor da licitação constrói o prédio e pode usar o espaço por até 20 anos sem pagar uma taxa mensal. Além disso, a empresa fica responsável pela limpeza e segurança do local. Após esse período, pode ser feito uma renovação, por um valor estipulado de aluguel que entraria nos cofres do município.

“O vencedor tem que gerar empregos e manter o local limpo. Essa é a condição.”

Segundo o coordenador da pasta, a Prefeitura deverá abrir um processo licitatório nos próximos meses e, conforme a documentação estiver liberada, a obra pode ter início. A previsão inicial é que, a parte inicial seja concluída em até 6 meses.

 

MUDANÇAS DE ESTRUTURA

A ideia, segundo  Reiznault , segue a mesma de antes: promover um espaço com boa visão da cidade, sem que interfira na visão que as pessoas têm do santuário, e sem interferir na vista ampliada da cidade, para quem for visitar o espaço.

A Prefeitura realizou um mapeamento em GPS de alguns pontos. O espaço de instalação seguirá em frente ao Santuário, mas um pouco mais para a direita, para quem vê do local, com vigas de sustentação para baixo, e laterais de vidro para dar uma visão panorâmica da trilha íngreme com as 15 estações da Via-Sacra por onde passou Jesus Cristo.

Coordenador diz que as obras não seguirão o projeto feito pela Administração Municipal em 2012 (em foto). Crédito: Canguçu On Line/Reprodução

“A ideia é que ele seja feito o mais próximo a parte de baixo, com toda a volta em vidro.” explicou Michel.

Inicialmente, a obra começará com pelo menos 120 m² mas o projeto comporta um aumento para até 400 m². O local deverá funcionar 24 horas, e o processo licitatório prevê ainda o espaço para a construção de cabanas de hospedagem. Segundo Michel, duas empresas já demonstraram interesse. O valor inicial da construção gira em torno de meio milhão.

 

TRENÓ DA MONTANHA E CABANAS

Segundo o coordenador, as cabanas ficarão à esquerda do acesso ao Parque Turístico, na parte de trás da praça.

“Esse espaço seria bem aproveitado, porque seria possível colocar vários . Além de gerar empregos noturnos.”  destacou Reiznault.

Para Michel, o Restaurante Panorâmico pode trazer turistas de todo o Estado. Um dos empresários interessados na concessão adiantou que, se ganhar a licitação, servirá pratos típicos da serra gaúcha para chamar a atenção do público da região no inverno.

Trenó da Serra. Foto: Guia Turístico de Gramado

Além disso, uma outra empresa teria entrado em contato com o Poder Executivo Municipal demonstrando interesse em colocar um Trenó da Montanha, como acontece em cidades da Serra. Reiznault vê esse contato como uma possibilidade em ampliar o local para a área de diversões.

A divulgação da licitação deverá sair oficialmente no site da Prefeitura de Canguçu nos próximos meses.

Geral

Cooperativa Sicredi destina R$ 32,5 mil para ajudar na execução de 11 Projetos em Canguçu

Publicado

em

Com o objetivo de contribuir para o desenvolvimento social das comunidades, bem como promover os valores de cooperação e cidadania e apoiar projetos sociais a Cooperativa aprovou, nas últimas assembleias, o Fundo Social. O fundo é formado por 1,5% das sobras da Cooperativa, o que equivale, nesse ano, a R$ 312 mil.

As agências dos 12 municípios da área de ação da Sicredi Zona Sul receberam a inscrição de projetos e em reunião local com os coordenadores de núcleo, gerentes de agência e diretores foram definidos os projetos apoiados com o Fundo social para esse exercício: 101 projetos serão atendidos, 53 na sua totalidade.

Em Canguçu, foram beneficiadas as seguintes entidades: Centro Promocional Madre Madalena, E.M.E.F. Irmã Maria Firmina Simon, E.M.E.F. Victor Marques Porto, Conselho Escolar da E.M.E.F. Santo Ângelo, AMCAR- Associação dos Moradores da Coxilha dos Campos, E.M.E.F. Santa Maria, E.M.E.F. José Luiz da Silva, E.M.E.F. São Luiz Gonzaga, Arautos da Colina, Associação tradicional de taekwondo e artes marciais e Conselho Comunitário Pró-segurança Pública.

Clique aqui e confira a lista completa com todos os programas aprovados

Os projetos também foram apreciados pelo Conselho de Administração da Cooperativa e, a partir de agora, cada agência mobiliza-se para disponibilizar a verba e dar andamento na sua aplicação e acompanhamento da implantação junto às entidades proponentes.

SOBRE O FUNDO SOCIAL

O Fundo Social visa apoiar projetos de cunho educacional, cultural, esportivo e ambiental, bem como de assistência social. As entidades beneficiadas devem ser legalmente constituídas, possuir CNPJ e contrato ou estatuto social.

As inscrições podem ser feitas anualmente, durante o período de inscrições e os interessados devem preencher o formulário e entregar a proposta nas agências do Sicredi da área de ação da Cooperativa Sicredi Zona Sul RS.

Mais informações sobre o Fundo Social entre em contato com a Assessoria de Comunicação da Cooperativa pelo fone: (53) 3284.8600 ou através do e-mail:suregzonasulrs_comunicacao@sicredi.com.br 

com informações da assessoria de imprensa

Continue Lendo

Destaques da Semana

Copyright © 2019 — Jornal Canguçu Notícia LTDA