Fique bem informado com o JCN:

Cultura

Sandra de Sá: A Pérola Negra do Soul Brasileiro

Publicado

em

Caderno Vertente Musical

Na última sexta-feira (4), Pelotas e Região receberam uma das divas da Música Popular Brasileira, Sandra Cristina Frederico de Sá, a nossa Sandra de Sá, com o show Baculêju da de Sá.

Sandra é um fenômeno no palco e esbanja simpatia, uma voz impecável aos 61 anos de idade, onde canta, grita e emociona. Não é à toa que a chamam de Tim Maia de saias ou a Billie Holliday brasileira.

São quase 40 anos de carreira, mais de 20 álbuns lançados e muitos sucessos que embalaram os rádios nos anos 80, 90 e 2000.

Além de cantar clássicos como Solidão, Bye Bye Tristeza, Não Vá, Sol de Verão, Sandra emociona a plateia ao trazer canções de Sergio Sampaio e Tim Maia.

Sandra ainda faz mais traz novos talentos da música e poesia para suas turnês, caso do excelente rapper Denegrindo, da cantora soul Nanda Fellyx que é sensacional e também Simone Floresta, uma poetisa e cantora que virou sua esposa há quase dois anos.

Tive a oportunidade de me emocionar assistindo “Olhos Coloridos”. A plateia de pé, entoando um dos hinos contra o racismo, foi emocionante.

Ao final do show, “Joga Fora no Lixo” encerrava a noite no palco do Theatro Guarany, mas não para Sandra que, contrariando a produção, não atendeu somente os pagantes ‘premium’ mas todos os fãs que lotaram o local, inclusive eu (Jeff) que pude trocar rápidas palavras com a mestra do soul Brasileira.

JEFF: Mestra, são quase 42 anos de carreira. Você é uma das maiores cantoras e compositoras Brasileiras de todos os tempos. Onde você compõe? Como te inspiras?

SANDRA DE SÁ: Eu queria ser psicóloga, mas mesmo na faculdade, ia para o estacionamento, dentro do carro e tocava, compunha. Inspiração vem no chuveiro, no banheiro (risos). Tinha um gravador, agora é o celular. De vez em quando rolam umas ideias e eu gravo para não esquecer.

JEFF: Você realiza eventos culturais no Rio de Janeiro e vem trazendo novos talentos para os seus shows. Quem são esses talentos?

SANDRA DE SÁ: Não perco tempo falando do que neguinho deveria fazer, gasto meu tempo fazendo. Aqui comigo, o rapper Denegrindo um poeta das ruas, Nanda Fellyx que estou produzindo o EP e a cantora e compositora Simone Floresta (sua esposa).

JEFF: Simone Floresta também é sua esposa.  Como foi assumir sua sexualidade depois de tantos anos?

SANDRA DE SÁ: A consciência precisa ser libertada. Tem que chegar junto, mas é preciso força. É como tirar um peso.

JEFF: Nosso tempo é curto, te agradeço pela oportunidade, mas antes preciso que me diga: Você interpretou Jamelão e Maria Alcina no Show dos Famosos (Faustão), como se sente nesta homenagem?

SANDRA DE SÁ: Se tivéssemos uma cultura respeitada[…]! Procuro homenagear pessoas que o Brasil está em dívida. Neguinho precisa saber, nossa cultura é muito vasta.

Jeff Soares (colunista)

 

 

 

SOBRE O COLUNISTA: Ativista da causa animal e das causas contra o preconceito, Jeff Soares tem 34 anos, é músico, cantor, e compositor há 18 anos. Trabalhou durante 11 anos como radialista nas rádios Vitória FM e Amizade FM, apresentando os programas Leitura Dinâmica, MPB Café e o É o Bicho. Atualmente, Jeff mantém a Banda de Benção, escreve crônicas e romances, além de escrever sobre Rock para o site Whiplash.net.

Cultura

Inscrições abertas para Coral de Jovens

Publicado

em

Foto: Reprodução

Sente vontade de cantar em um coral, mas não encontrava um grupo? O Coral de Jovens, criado com o apoio da Prefeitura, é um projeto que nasceu do interesse de um grupo de jovens canguçuenses em proporcionar mais atividades culturais no município.

Os ensaios acontecem aos sábados às 14h no Cine Teatro Municipal e são ministrados pela professora de música Débora Martins. As inscrições para o Coral de Jovens podem ser realizadas através de um formulário online, clicando aqui.

Dúvidas podem ser tiradas pelos telefones: 3252-3950 ou (53) 984574298.

com informações da assessoria de imprensa

Continue Lendo

Destaques da Semana

Copyright © 2019 — Jornal Canguçu Notícia LTDA