Fique bem informado com o JCN:

Arte

UFPel e Prefeitura de Canguçu promovem II Mostra de Curtas com entrada gratuita

Publicado

em

A Prefeitura Municipal em parceria com a Universidade Federal de Pelotas (UFPel) promove nesta semana, a II Mostra de Curtas de Canguçu. A mostra acontecerá a partir desta quinta-feira (3) até sábado (5), sempre às 19h, no Cine Teatro Municipal.

Serão exibidos curtas-metragens realizados pelos cursos de Cinema e Audiovisual e Cinema de Animação da UFPEL. Segundo Humberto Gama Schumacher, diretor de alguns dos filmes que serão exibidos, a II Mostra de Curtas se realiza com o mesmo desejo da primeira: Exibir em Canguçu, alguns filmes que foram rodados em Canguçu, para que a Comunidade se veja em tela. 

Temos curtas de 1 minuto e meio, e curtas de 23 minutos, então será um pouco a experiência de um festival de cinema, onde a pessoa vai para uma sessão, assiste vários filmes na sequência, sem nunca saber qual será a duração, a técnica, ou o assunto do próximo filme. – explica Humberto.

Segundo Gama, no ano passado (2017), foi realizada a projeção de alguns dos filmes em cartaz, totalizando cerca de uma hora e meia. Nesse ano, a duração do evento foi estendida para três dias de exibição, e contou com a expansão de gêneros: Ficção, Documentários, Animações 2D, 3D e Stop Motion, Clipes e Experimentais.

Acho importante a visibilidade para produções regionais, porque há sim muita coisa boa sendo feita. O fomento à cultura sempre é bem-vindo e essa troca entre público e realizadores é mais do que necessária. – destaca a diretora do filme Garoa, Amanda Malheiros.

Em entrevista ao Jornal Canguçu Notícia, Humberto adiantou a estrutura da Mostra: “Ao final de cada sessão vemos quais curtas foram melhor recebidos e reprisaremos alguns no dia seguinte, mas durante os três dias de mostra, a programação será diferente, sempre com novos filmes”.

O Evento é gratuito. A Prefeitura Municipal distribuirá entradas para cada dia de sessão que deverão ser retiradas  na Casa de Cultura Marlene Barbosa Coelho, que fica aberta diariamente das 8h30 às 11h e das 13h às 16h.

É de grande valia o apoio da Prefeitura Municipal, sempre de portas abertas para novas iniciativas e projetos. Foi ideia da Secretaria de expandir o projeto, justamente para ter um alcance maior e efetivo dentro da comunidade. É gratificante poder retornar o trabalho para o público dessa forma –  longe das formalidades dos Festivais de Cinema – que também são importantes, mas nem sempre democráticos. Teremos filmes premiados em Festivais importantes do mundo todo, de graça e com qualidade. É a bandeira da democratização do Cinema que está sendo levantada, levar a arte para o maior número de pessoas, no maior número de lugares, difundir, expandir. E é ótimo ter a iniciativa municipal apoiando tudo isso. – destacou Humberto.

Confira os curtas que serão exibidos:

Do Tempo (Ficção, Canguçu, 2017) – Dirigido por Humberto Schumacher

Raiz sob a Flor (Documentário, Canguçu, 2017) – Dirigido por Humberto Schumacher

Garoa (Animação, Pelotas, 2015) – Dirigido por Amanda Malheiros;

Raposa (Experimental, Canguçu/Pelotas, 2015) – Dirigido por Humberto Schumacher

Barro Duro (Documentário, Pelotas, 2013) – Dirigido por Caio Mazzili;

Quim: era (Animação, Pelotas, 2015) – Dirigido por Taíla Soliman;

Laço de Pano (Animação, Stop Motion, Pelotas, 2017) Dirigido por Bruna Nery;

Deus (Documentário, São Paulo-Pelotas, 2016) – Dirigido por Vinícius SIlva;

Casa De Pompas (Documentário, Pelotas, 2014) – Dirigido por Bruna Fortes e Gabriel Paixão;

Entre Nós (Ficção, Pelotas, 2014) – Dirigido por Maciel Fisher;

As memórias do Vovô (Documentário, Pelotas, 2013) – Dirigido por Cíntia Langie;

Dona Conceição e seus sambas (Documentário, Pelotas, 2014) – Dirigido por Leandro Maia;

Amarelo (Animação, Pelotas, 2016) – Dirigido por Giovanna Paixão

Arte

2ª Edição do Espetáculo Ame o Diogo arrecada R$ 4,6 mil

Publicado

em

No domingo (25), aconteceu a segunda edição do Espetáculo Ame o Diogo. O evento foi promovido através de uma parceria de organizadores de eventos infantis com alunos do Colégio Aparecida e contou com diversas atrações e personagens como: Ana e Elsa, Ladybug e Catanoir, Patati e Patatá, Minnie e Mickey, Branca de Neve, Princesinha Sofia e Queen Bee.

Ao todo, foram arrecadados R$ 4.680,00. As formas da comunidade ajudar foram muitas: compra de ingressos, pescaria, e opções gastronômicas, como brigadeiros, algodão doce e pipoca gourmet. Todo o dinheiro arrecadado foi revertido para o tratamento de Diogo Zarnot.

Para a Aniger Bast, uma das organizadoras, a participação foi ainda maior que na primeira edição. O valor arrecadado, quase alcançou o primeiro espetáculo que contava com uma sessão a mais de apresentações..

“Tivemos um resultado muito positivo. Foram muitas pessoas ajudando na iluminação, sonorização e decoração. Esperamos que ninguém pare a campanha. A comunidade de canguçu, unida, vai conseguir ajudar essa família que tanto precisa. Estamos muito felizes por poder ajudar” explicou Aniger.

Segundo a organizadora, o grupo recebeu muitas doações de guloseimas e carnes para os churrasquinhos. Alguns dos brindes que sobraram da pescaria, como um capacete e uma colcha de crochê serão rifados nos próximos dias.

“Uma mulher se sensibilizou com a história do Diogo e veio de Morro Redondo para trazer duas tortas para vendermos e aumentarmos as doações.” comenta Aniger.

RELEMBRE O CASO

Diogo foi diagnosticado com Atrofia Muscular Espinhal tipo 2. A doença é rara, grave e degenerativa, e se caracteriza pela degeneração e perda de neurônios motores da medula espinhal e do tronco cerebral, resultando na fraqueza muscular progressiva e atrofia.

O único remédio atualmente, que pode parar a progressão da doença é o Spinraza, que ainda não é disponibilizado pelo sistema único de saúde, e tem o custo de em média R$ 318 mil reais cada dose. A família já arrecadou o suficiente para 2 doses.

Continue Lendo
Publicidade
”GaudinosBurgers”/
”GSSinuelo”/
Publicidade
”Whatsapp”/

Destaques da Semana

Copyright © 2019 — Jornal Canguçu Notícia LTDA