Fique bem informado com o JCN:

Educação

Universidades Privadas oferecem bolsas de até 70% em Canguçu

Publicado

em

As faculdades já deram início as aulas do primeiro semestre do ano. Mas, quem não se matriculou no curso dos sonhos por não ter condições de arcar com as mensalidades e também não conseguiu ingressar por meio dos programas do governo, ainda está em tempo de tentar uma bolsa de estudo para faculdade.

O site Educa Mais Brasil está com inscrições abertas para mais de 60.640 mil oportunidades, dentre elas para o ensino superior em toda região gaúcha. No site, o estudante encontra bolsas de estudo de até 70% de desconto nas mensalidades, garantido em todo o curso superior presencial e a distância. O Educa Mais Brasil possui abrangência nacional, com mais de 25 mil instituições parceiras.

Em Canguçu, seis instituições privadas oferecem bolsas com até 74% de desconto. São elas: Senac RS, Faculdade Global, Faculdade Fael, Instituto INFNET, Unopar e Uniasselvi

Como conseguir a bolsa de estudo para graduação e pós-graduação

Para começar a cursar nesse primeiro semestre de 2019 com uma bolsa para faculdade, o interessado deve se inscrever até 31 de março. O aluno realiza a inscrição pelo site do Educa Mais Brasil, escolhe a modalidade graduação ou pós-graduação e faz os filtros: por cidade/estado, curso ou instituição, escolhe entre as bolsas de estudo disponíveis e realiza o cadastro com os dados pessoais.

A aprovação deve ser consultada no portal do aluno com o CPF cadastrado. Após ser contemplado com o desconto nas mensalidades do curso superior pretendido, o estudante deve seguir o passo a passo definido pela instituição em que conseguiu o benefício para realizar a matricula e começar a estudar.

com informações do site Educa Mais Brasil

 

Educação

ETEC é contemplada com R$ 1,3 milhões em emendas de deputados

Publicado

em

Foto: Jornal Canguçu Notícia

A Secretaria da Educação (Seduc) confirmou que Escola Técnica Estadual Canguçu (ETEC), foi contemplada com R$ 1.349,000,00 em emendas parlamentares da Bancada Federal.

O anúncio ocorreu nessa terça-feira (21), em uma audiência entre o diretor-geral da Seduc, Paulo Magalhães, a coordenadora da Superintendência da Educação Profissional do Estado, Denise Villas Boas, o vice-diretor, César Pinz e o assessor parlamentar do deputado Pedro Pereira (PSDB), Éber Hoffmann.

Pedro Pereira informou que o objetivo do encontro foi para saber o valor exato em emendas para a ETEC e ainda a possibilidade de ampliar a lista de aplicação desses recursos.

“É muito importante que o Ministério da Educação atualize esta lista e inclua novos itens para que as escolas possam adquirir outros equipamentos de acordo com as suas necessidades, principalmente para dar melhores condições aos nossos alunos” enfatizou. 

Foto: Reprodução

Do montante, R$ 500 mil foram articulados por Pedro Pereira, através das emendas indicadas pelos deputados federais Daniel Trzeciak (R$ 300 mil) e Lucas Redecker (R$ 200 mil). A deputada Maria do Rosário também destinou uma emenda de R$ 150 mil. A ETEC oferta ao público Ensino Médio Politécnico, Técnico em Contabilidade (Subsequente), Técnico em Agricultura (Subsequente e Integrado ao Ensino Médio).

A instituição tem 55 anos de história e atualmente tem 695 alunos. Além de Canguçu, muitos alunos são de outros municípios da Zona Sul, como de Capão do Leão, Morro Redondo, Piratini, São Lourenço, Santana da Boa Vista, Pelotas e Canguçu. A escola dispõe de laboratórios de solos, topografia, informática, entre outros e conta com 55 professores e 20 funcionários.

com informações do assessor Rafael Ribeiro

Continue Lendo

Destaques da Semana

Copyright © 2019 — Jornal Canguçu Notícia LTDA